FOTOS: Famosos vão às ruas e comentam protestos pelo Brasil

Isis Valverde divulgou foto a favor dos protestos pelo Brasil (Foto: Reprodução/Instagram)
Isis Valverde divulgou foto a favor dos protestos pelo Brasil (Foto: Reprodução/Instagram)

Mais de 250 mil pessoas saíram às ruas nesta segunda-feira (17) pelo país para protestar contra o aumento das tarifas de transporte, a violência urbana, os custos da Copa do Mundo, a precariedade do serviço público, entre outras reivindicações. As manifestações aconteceram em 12 capitais, e muitas delas contaram com a participação de artistas. Outros famosos, inclusive internacionais, também comentaram os protestos por meio de suas redes sociais.

Veja abaixo a repercussão dos protestos:

Anitta (@euanitta), funkeira, no Instagram: “Prepara que agora, é a hora de mudar essa B…, do que que adianta a P… dessa copa, saúde, segurança está tudo uma droga vem aqui pra rua, sai pra fora… Prepara é a hora da mudança vem você também, não precisa quebrar nada e só lutar pro bem, não é 20 centavos, é a nossa lei, o país está acordando e quer saber?!”.

Astrid Fontenelle (‏@astridfontenell), apresentadora, no Twitter: “Salve!! E Salve você que foi pras ruas ontem. Vocês me representam!! Hoje tem mais, Praça da Sé às 17:00″.

Os atores Bruno Gagliasso e Leandra Leal participam do protesto no Rio (Foto: Reprodução/Instagram)
Bruno Gagliasso e Leandra Leal no protesto no Rio (Foto: Reprodução/Instagram)

Bruna Linzmeyer (‏@brunalinzmeyer), atriz, no Twitter: “Que dia lindo para nosso Brasil!! Vou dormir com a energia vibrante de amor e paz, energia que senti durante todo o protesto na Rio Branco. Viva!”.

Bruno Gagliasso‎​ (‏@bgagliasso), ator, no Twitter: “Amigos juntos com um único foco: O FUTURO DO BRASIL! #avantebrasil #vemprarua #protestorj”.

Caetano Veloso, cantor e compositor, em seu site oficial  “Sinto identificação espontânea com os manifestantes. Aqui no Rio, desde a resistência contra a derrubada da Escola Friedenreich e a defesa da Aldeia Maracanã, senti, pelos emails que recebia, por conversas que tive e pelos vídeos em que policiais apareciam jogando gás lacrimogêneo (sendo que meu candidato à prefeitura do Rio nas últimas eleições, Marcelo Freixo, foi atingido ao ir prestar solidariedade aos resistentes), que esse tipo de manifestações cresceria. Que tenha sido em reação ao aumento da tarifa dos ônibus que esse cresciemento se mostrou evidente, só confirma minha percepção de que se trata de algo genuíno, uma expressão de insatisfação da população com um quadro público que demonstra cansaço. Não é apenas o governo do PMDB no estado e na prefeitura, nem o do PT no âmbito federal. É toda uma conjuntura que precisa ouvir dos cidadãos que não há mais aceitação passiva do que quer que seja. De minha parte, identifico-me com os manifestantes. Eles estão dando voz a sentimentos ainda inarticulados. Têm que nos fazer pensar. Relembro as passeatas dos anos 1960 e penso nos movimentos que se dão na Turquia agora, como se deram faz pouco nos EUA, na Espanha, na Grécia, em vários países árabes. Me sinto em sintonia com essas pessoas (…)”.

A modelo Candice Swanepoel posta foto em que mostra apoio às manifestações (Foto: Reprodução/Instagram)
Candice Swanepoel posta foto em que mostra apoio às manifestações (Foto: Reprodução/Instagram)

Candice Swanepoel (@angelcandices), modelo, no Instagram: “#mudabrasil Nossa geração pode, junta, construir um futuro. Corrupção tem sido ignorada há muito tempo. No Brasil E na África. Somos pessoas pacifistas mas nós temos de defender o que é certo. O FUTURO É AGORA! Acordem. #isupportanewbrasil #paz”.

Claudia Leitte (@claudinhaleitte), cantora, no Instagram: “Sou filha de professora do estado! Usei o transporte público por mais de 20 anos. Meu pai é formado em administração. Ambos trabalharam a vida inteira para nos garantir comida, educação e saúde. Eu e meu irmão vivíamos em filas sem fim de hospitais mal estruturados porque nossos planos eram Dos piores. Sei de onde vim! Não se trata de 20 centavos! #AcordaBrasil””.
Cleo Pires ‏(@pires_cleo), atriz, no Twitter: “Me emociona aqui de longe ver as pessoas se expondo, expressando o que sentem, o que querem. É um belo caminho para a transformação. Só mudando dentro, a gente muda fora. Se tá incomodando então algo deve ser feito, com amor e responsabilidade, sempre…… Brasil”.

Daniele Suzuki (@danisuzuki), atriz e apresentadora, no Twitter: “Espero que compreendam… sem generalizar. Certos policiais e certos manifestantes se equivocaram em suas atitudes. Violência gera violência. a luta aqui não é entre policiais e manifestantes, é por todos nós! É importante direcionar o grito para o lugar certo. A violência maior é cometida diariamente contra o povo nas mais diversas formas. Agir com inteligência é o que vai nos fazer ganhar a guerra”.

Thaila Ayala e Débora Nascimento durante manifestação no Rio (Foto: Reprodução/Instagram)
Thaila Ayala e Débora Nascimento durante manifestação no Rio (Foto: Reprodução/Instagram)
A atriz Fernanda Rodrigues e Bruno Gagliasso participam da manifestação no Rio (Foto: Reprodução/Instagram)
Fernanda Rodrigues e Bruno Gagliasso na manifestação no Rio (Foto: Reprodução/Instagram)

Débora Nascimento (@debranascimento), atriz, no Twitter: “Poucos não podem apagar o brilho de um dia tão lindo. Segue Brasil! #ogiganteacordou”.
Eriberto Leão ‏(@eribertoleao), ator, no Twitter: “O mais importante foi termos despertado como nação. As manchetes deveriam ser: O Gigante acordou, apesar de uma minoria tentar invalidar isso”.

Fernanda Rodrigues (@FerRod), atriz, no Twitter: “A gente foi fazer parte da história do Brasil! Foi lindo…pena que tem uma minoria estranha que vandaliza! Mas valeu a pena! Deu um orgulho imenso cantar o hino junto com 100 mil pessoas querendo um país melhor! Fiz a minha parte…e isso é só o começo!”.

Gabriel, o Pensador, cantor, no Facebook: “Meu Deus, não sabia que o Rio tinha tantos ‘vândalos’!”.

Gaby Amarantos ‏(@GabyAmarantos), cantora, no Twitter: “Vivemos um momento histórico em nosso país, povo na rua cansado de tanta falcatrua, meu pé está dolorido mas eu estou de alma lavada! Orgulho do meu povo que caminhou pacificamente no Pará, gritando ‘SOU BRASILEIRO COM MUITO ORGULHO!’”.

Fernanda Paes Leme foi acompanhada do irmão, Ale Paes Leme, ao Largo da Batata para protesto em SP (Foto: Reprodução/Instagram)
Fernanda Paes Leme foi acompanhada do irmão, Ale, em SP (Foto: Reprodução/Instagram)

Gisele Bündchen, modelo, no Facebook: “Não paro de pensar no orgulho que tenho do povo brasileiro, mostrando a bela união de um povo na busca por um país melhor. Estou sempre em coração e orações com vocês. Muita luz e amor a todos. #ogiganteacordou #brasilmaisjusto I’m so proud of brazilians, showing the union for a better country. I’m always with you in heart and prayers. Lots of light and love to all”.

Helio de la Peña (@lapena), humorista e integrante do “Casseta & Planeta”: “Em Brasília a polícia está protegendo os manifestantes dos deputados! Ninguém precisando temperar com vinagre o Largo do Batata! A polícia mineira ainda não tá preparada pra democracia. O próximo passo será definir uma prioridade. sem isso o protesto fica sem foco. Dilma apoia manifestações de jovens…contra ela mesma! Educação é prioridade! fora todos! Abaixo tudo! Dinheiro grátis! Xô vandalismo! #mudabrasil”.

Isis Valverde (@isisvalverde), atriz, no Instagram: “BRANCO para o direito ao manifesto público ! BRANCO para o fim da depredação dos patrimônios públicos! BRANCO na caminha pela melhoria do nosso país! #mudabrasil #doiemtodosnos”.
Ivete Sangalo (@ivetesangalo), cantora, no Twitter: “Brasil Gigante!!!!”.

A atriz Giselle Itié durante a manifestação no Largo da Batata, em São Paulo (Foto: Francisco Freitas/VC no G1)
Giselle Itié durante a manifestação no Largo da Batata, em SP (Foto: Francisco Freitas/VC no G1)

Jair Oliveira ‏(@jairoliveira), cantor, no Twitter: “Eu vi; juro que vi! Hoje eu vi de perto um gigante. Bem de perto mesmo… Possuía milhares de olhos, bocas e corações. Mas não era como aqueles gigantes das histórias infantis que, geralmente, habitam terríveis pesadelos nas noites de imaginativas crianças. Era um gigante determinado, porém nada agressivo. Calmo, mas de forma alguma apático. Cansado, mas nunca vencido. Admirei com estes olhos que ganhei do divino o incrível poder deste gigante, com quem nunca imaginei esbarrar nesta minha insignificante aventura na Terra. Mas esbarrei… Graças ao bom Pai, esbarrei nesta criatura que há muito tempo estava adormecida, quase que em coma induzido, pois a nada reagia, por nada despertava. Agora despertou faminto. Faminto não por miudezas (como muitos sugerem); faminto sim por justiça, por dignidade, por respeito e glória; muitas glórias. Espero que o gigante tenha descansado o suficiente para tão cedo não pensar em voltar a dormir. E pelo o que vi hoje, não dormirá jamais. Eu sim vou dormir bem, muito bem. Mas dormirei tranquilo, na certeza de que hoje (17/06/2013) não terei pesadelos. Pois sonharei com um gigante! #mudabrasil #ogiganteacordou”.

Gisele Bündchen publicou imagem de flor no Instagram (Foto: Reprodução/Instagram)
Gisele Bündchen publicou foto de flor no Instagram (Foto: Reprodução/Instagram)

Jose de Abreu ( ‏@zehdeabreu), ator, no Twitter: “Se tirar a Copa do Brasil vão devolver o dinheiro gasto? Ficaremos sem Copa e com os estádios? É essa a idéia inteligente?”.

Leo Jaime (‏@LeoJaime), cantor e ator, no Twitter: “Tem gente que não sabe o que o povo quer nas atuais manifestações. Eu respondo: que os governantes tenham vergonha na cara”.

Luan Santana (@luansantana), cantor, no Twitter: “É bom demais ver a luta por um país melhor..a força do povo me emociona demais! Dias melhores estão por vir…e estamos ansiosos pra respirar fundo e ver que tudo valeu a pena! #ogiganteacordou”

Lobão ‏(@lobaoeletrico), cantor, no Twitter: “Quero dizer a todos vocês que estou numa felicidade única!!!! A noite foi maravilhosa, o dia inesquecível!! Uma linda noite pra todos! Beijão!!”.
Luciano Huck, apresentador, no Facebook: “Das redes sociais para as ruas, das ruas para as redes sociais. Desde que me conheço por gente o Brasil é, além do samba e futebol, o país da corrupção, ineficiência, sacanagens, desigualdade, super faturamento entre outras coisas mais. E assistir a um mar de gente nas ruas, reivindicando um Brasil mais eficiente, mais civilizado e de maneira civilizada, só fortalece a nossa democracia. Não só os vinte centavos mas os bilhões que são tomados sem um retorno digno na educação, transporte, saúde, infra-estrutura, segurança merece todo nosso apoio. Se é para pedir; que o Brasil melhore por inteiro, não pela metade. Que o dia a dia das pessoas seja mais confortável, civilizado e justo. Sem vandalismo. Sem violência”.

Maria Gadú publicou foto em seu Twitter a favor dos protestos (Foto: Reprodução/Instagram)
Maria Gadú publicou foto no Twitter a favor dos protestos (Foto: Reprodução/Instagram)

Marcelo Adnet (‏@marceloadnet0), ator e humorista, no Twitter: “Acho que demorou, mas finalmente rolou! Lembro-me de 84, 89, 92. O sonho voltou!”.

Marcelo Serrado ‏(@marceloserrado1), ator, no Twitter: “Boa Brasil, temos voz sim!!! Ou para a roubalheira ou paramos o Brasil… Esse é o lema de hoje!!!”.
Palmirinha, apresentadora, no Facebook: “Nasci em 1931, vi duas guerras mundiais, sobrevivi durante a ditadura. ‘Acreditem’ não é só por R$ 0,20. Palmirinha, 82 anos”.

Patti Smith, cantora, no Facebook: “BRAZİL YOU ARE NOT ALONE!” (Brasil, você não está sozinho).

Paulo Coelho (‏@paulocoelho), escritor: “Viva, viva, viva a Sociedade Alternativa! #Brasil #PasseLivre”.
Preta Gil (@PretaGil), cantora e atriz, no Twitter: “Ontem aqui em NY durante o meu show, nossa singela manifestação em apoio ao nosso povo Brasileiro #changeBrazil #tolonge #mastoperto”.
Romário, ex-jogador de futebol e deputado federal, no Twitter: “É com muito prazer, satisfação e orgulho, que parabenizo o povo Brasileiro, pelas manifestações hiper pacíficas e legítimas, ocorridas ontem. Vamos fazer os governantes entenderem que o BRASIL é do BRASILEIRO e não vamos mais tolerar calados, esses absurdos que vem acontecendo. Queremos e exigimos o que é nosso. Basta de sacanagem, roubo, humilhação, falcatruas, falta de atitude, seriedade política e social. Detalhe: Não podemos deixar, que essas manifestações maravilhosas de ontem, sejam maculadas por atos intempestivos de algumas pessoas. QUEREMOS RESPEITO E VAMOS CONTINUAR EXIGINDO NOSSOS DIREITOS.  Parabéns, BRASIL!!! ‘SOU BRASILEIRO, COM MUITO AMOOOOOOOOR’”.

A atriz Thaila Ayala participa da manifestação no Rio (Foto: Reprodução/Instagram)
A atriz Thaila Ayala participa na manifestação no Rio (Foto: Reprodução/Instagram)
Yasmin Brunet participou de manifestação no Rio (Foto: Reprodução/Instagram)
Yasmin Brunet participou de manifestação no Rio (Foto: Reprodução/Instagram)

RitaGuedes (‏@RitaGuedes), atriz, no Twitter: “Estamos vivendo um momento importante em nosso país, aonde o povo sacou a força que tem. Vamos lutar por mudanças, mas com paz!!!”.

Sandy (@SandyLeah), cantora, no Twitter: “Um país mudo não muda”.

Sarah Oliveira ‏(@OliveiraSarah), apresentadora, no Twitter: “Boa noite a todos que, de alguma forma, incorporaram esta energia de mudança e agiram nos canais onde são fortes (nas ruas, nas reses sociais, nas artes…) Nada será como antes. Beijo especial pro povo de BH onde a PM radicalizou e a mídia ignorou…”.

Thaila Ayala (@thailaayala), atriz, no Twitter: “Emocionada até agora, foram 4h de passeata, estou sem pernas e sem voz, mas com o coração pulsando revolução! Foi a coisa mais linda q eu já vivi, foi pacífico, forte e PHODAAA! Não pode parar!”.

Tico Santa Cruz (@ticostacruz), cantor, no Twitter: “Estamos nas Ruas! POA. Agora mais que nunca sinto ORGULHO de ter no PEITO tatuado ‘Verás que um filho teu não foge a luta’ desculpem meus momentos de auto exaltação”.

Yasmin Brunet (@yayabrunet1), modelo, no Twitter: “Vamos lutar para um Brasil melhor e mais justo!!! Lutar pelos nossos diretos! Chega de ficar de braços cruzados. Estamos quebrando as correntes. Saindo da prisão. Estamos livres! #mudabrasil #doiemtodosnos”.

Em protesto, Band tem carro depredado e virado no Rio Grande do Norte

band

Inúmeras manifestações estão acontecendo por todo o país nesta quinta-feira (20), e depois da Rede Record e do SBT, agora foi a vez da Band ter um veículo de reportagem destruído por grupos de vândalos.

O fato aconteceu em Natal, capital do estado do Rio Grande do Norte, o carro de reportagem da Band Natal foi depredado no cruzamento das avenidas Prudente de Morais e Bernardo Vieira e teve seu vidros quebrados. Os vândalos terminaram o serviço virando o carro da equipe.

carro virado band

Ainda segundo informações, além de destruírem o carro, os vândalos roubaram pertences dos jornalistas que cobriam a manifestação para a emissora.

Globo deixa sua programação e entra com plantão ao vivo das manifestações

Globo decide fazer o mesmo que as concorrentes!

A Globo tomou uma decisão que assustou muitos telespectadores que sintonizaram no canal por volta das seis e sete horas da noite desta quinta-feira (20) para acompanhar a programação  emissora.

Patricia Poeta diretamente da bancada do “Jornal Nacional” entrou no ar ao vivo sem nenhum tipo de roteiro mostrando  imagens das manifestações por todo o Brasil. Cerca de duas horas depois, Willian Bonner se juntou a ela na bancada.

Durante a transmissão a jornalista fez questão de frizar que os telespectadores estavam recebendo as informações juntamente com ela, no mesmo momento.

Essa foi a primeira vez desde o inicio das manifestações por todo o pais que a Globo preferiu deixar de exibir sua programação, para dar vasão a transmissão das manifestações. Vale ressaltar, que a emissora exibiria mais uma partida de futebol da “Copa das Confederações”, porém diante da norma da Fifa que proíbe qualquer tipo de interrupção nas transmissões, a Globo decidiu não exibir a partida e entrar com o plantão.

SBT também tem seu carro queimado e Globo mostra tudo ao vivo

globo

Outra emissora também teve seu carro queimado!

Se a Record teve seu carro queimado por manifestantes, agora foi a vez do SBT.  Globo e Record foram as primeiras emissoras a noticiar e mostrar o carro da emissora de Silvio Santos sendo queimado ao vivo próximo a prefeitura do Rio de Janeiro.

Na Globo, Patrícia Poeta afirmou: “está é uma cena lamentável, já que eles estão ai pra cobrir as manifestações e levar todas as informações para o pessoal de casa”. Patricia ainda mencionou que o carro da Record, há alguns dias também foi queimado.

Na sequência Willian Bonner entrou na bancada do telejornal e também comentou o fato.

Haddad e Alckmin vão anunciar redução de passagem de ônibus em São Paulo

SÃO PAULO – O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT) e o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB) vão anunciar a redução da tarifa de ônibus e trens do Metrô e da CPTM.

O anúncio será feito logo mais em coletiva no Palácio dos Bandeirantes. Com a decisão, o valor das tarifas, atualmente em R$ 3,20 deve voltar a R$ 3.

A decisão foi tomada depois de uma sequência de manifestações contra o aumento das passagem de ônibus na capital e também no restante do Estado.

No último deles, ocorrido nesta terça-feira, 17, foi marcado por atos de vandalismo, lojas saqueadas e a depredação da Prefeitura e de outros prédios do centro de São Paulo.

Na tarde desta quarta, Haddad disse que a tarifa só baixaria imediatamente assim que um projeto de lei que desonera o setor de transporte público fosse aprovado no Congresso.

Ao Vivo: Manifestações pelo Brasil

Diversas capitais do Brasil já se preparam para novas manifestações de rua nesta segunda-feira. Em Belo Horizonte, onde Nigéria e Taiti jogam pela Copa das Confederações, o ato começou mais cedo, e as cerca de cinco mil pessoas que participam do protesto fecharam a Praça Sete, no Centro da capital mineira, para protestar contra reajuste da passagem de ônibus e gastos excessivos com Copa do Mundo e Olimpíadas.

O protesto segue, neste instante, para o estádio do Mineirão.Em São Paulo, onde quase 270 mil pessoas confirmaram presença, via redes sociais, no “Quinto Grande Ato Contra o Aumento das Passagens”, o secretário de Segurança Pública, Fernando Grella Vieira, garante que não haverá proibição para que o protesto chegue à Avenida Paulista. Também garantiu que, desta vez, a Polícia Militar não usará balas de borracha contra os manifestantes, ao contrário do ato da última quinta-feira, reprimido violentamente pelo Batalhão de Choque.

O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, apareceu de surpresa em reunião do Movimento Passe Livre (MPL), que iniciou os protestos na capital paulista, com o secretário de governo, Antônio Donato, mas disse que não seria possível “revogar o aumento da tarifa por motivos técnicos”. Em nota, integrantes do MPL discordaram da posição de Haddad, afirmando que não se trata “de uma questão técnica, mas política”. Neste momento, mais de 2 mil pessoas já se encontram no Largo da Batata, ponto de encontro dos manifestantes.

No Rio de Janeiro, 150 PMs já ocupam a Praça da Candelária, para acompanhar o evento marcado para começar às 17h. No Facebook, mais de 65 mil pessoas confirmaram ida ao protesto. Domingo, na Quinta da Boa Vista, o Batalhão de Choque foi para cima dos manifestantes que tentavam se aproximar do Maracanã; eles terminaram se refugiando na Quinta da Boa Vista, onde foram alvo de bombas de gás lacrimogêneo e spray de pimenta, ao lado de pais e filhos que nada tinham a ver com a manifestação. Em Maceió, capital da Alagoas, cerca de 700 pessoas já se concentram para um ato na Praça Centenária, no Bairro do Farol. Em Brasília, centenas de estudantes, principalmente secundaristas, se concentram no Museu Nacional para uma passeata até o Congresso Nacional na tarde desta segunda-feira.

VEJA O QUE JÁ ACONTECEU NOS PROTESTOS PELO BRASIL

17h30 – SP – Na primeira atualização oficial da Polícia Militar de São Paulo, a informação é de que mais de 5 mil pessoas já se concentravam no Largo da Batata, onde começou a manifestação na cidade.

18h – SP – Estimativa da PM de São Paulo cresce bem e oficiais já estimam que 30 mil pessoas estão presentes na manifestação na cidade.

18h20 –  SP – Manifestação se divide em duas frentes: uma vai pela avenida Faria Lima, a outra está em direção à Marginal Pinheiros. Uma outra frente ia para a avenida Paulista, mas retornou antes de chegar e se dirige à Faria Lima

19h – RJ – Escadarias do Theatro Municipal, Biblioteca Nacional e Câmara dos Vereadores tomadas por manifestantes.

19h10 – AL – Manifestantes fecham os dois sentidos da Avenida Fernandes Lima, a principal da cidade.

19h23 – DF – Manifestantes invadem o Congresso Nacional em Brasília.

Repórteres da Globo são agredidos em protestos

Os repórteres da TV Globo estão penando para fazer cobertura das passeatas. Vandrei Pereira quase foi agredido, com os manifestantes gritando: “Globo, fora!”. Os seguranças da emissora tiveram que socorrer o repórter, que ficou acuado na Avenida Rio Branco.

Léo Dias

Carro da Record é incendiado em manifestação

Rodrigo Ortega/G1

Manifestantes incendiaram um carro de uma equipe de reportagem da TV Record que estava parado em frente à Prefeitura de São Paulo.

Manifestantes queimam carro de link da Record

Grupo de manifestantes que tentam invadir a sede da Prefeitura de São Paulo, no Centro da cidade, atearam fogo agora há pouco num veículo link a Record (utilizado para transmissões ao vivo) e também numa guarita da PM que fica em frente ao prédio.

Em tempo

Por meio de seu twitter oficial a TV Record afirma que os profissionais que estavam no veículo passam bem

#TodosUnidosPorUmBrasilMelhor: Manifestantes cercam Prefeitura de São Paulo

Os manifestantes voltaram às ruas da capital paulista para participar do sexto grande ato contra o aumento da tarifa de ônibus realizado na região central de São Paulo na noite desta terça-feira-feira (18). O movimento, que se concentra na praça da Sé, segue em direção à sede da prefeitura, no viaduto do Chá.

Por volta das 17h50, os manifestantes deixaram a praça da Sé e seguiram em passeata pela rua Benjamin Constant. O grupo se dividiu em dois e, às 18h05, uma multidão já protestava em frente ao prédio da prefeitura.

A outra parte ocupou o terminal Parque Dom Pedro. ”Oh motorista, oh cobrador, o seu salário também não aumentou”, gritavam os participantes.

A estimativa da Polícia Militar era que, às 16h30, ao menos 1.000 pessoas participavam do ato. O número, no entanto, segundo os repórteres do UOL que acompanham a passeata, é bem maior.

 

 

Quinto protesto

Ao menos 65 mil manifestantes –de acordo com medição do Datafolha– participam do quinto grande ato contra o aumento da tarifa de ônibus realizado na zona oeste da capital paulista, que começou por volta das 18h de ontem (17). A PM estima que os manifestantes era de cerca de 60 mil.
Além de gritos e cartazes contra o aumento da tarifa de ônibus, que subiu de R$ 3 para R$ 3,20 no começo do mês, os manifestantes exibiam cartazes contra o presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados, Marco Feliciano (PSC), outros pediam o fim da corrupção e mais cartazes traziam os dizeres: “Fora, Alckmin”.
O ato começou com a interdição da avenida Faria Lima, da altura da rua Cardeal Arcoverde até a avenida Presidente Juscelino Kubitschek, em ambos os sentidos, e também passou pela marginal Pinheiros, desde a ponte Eusébio Matoso (sentido Interlagos), passando pela ponte Estaiada e pela avenida Morumbi. O movimento se dividiu em duas partes: um grupo seguiu em direção ao Palácio dos Bandeirantes; e o outro partiu para a avenida Paulista.
Mas, após uma passeata pacífica pelas principais vias da capital paulista, um grupo de manifestantes tentou invadir o Palácio dos Bandeirantes, sede do governo do Estado de São Paulo, no Morumbi, zona oeste da cidade. Policiais da Tropa de Choque responderam com bombas de gás lacrimogêneo.
UOL

#BrasileirosUnidosJamaisSerãoVencidos: Emissoras investem na cobertura das manifestações pelo Brasil

Nesta segunda-feira (17), grandes manifestações tomaram conta do Brasil, em cidades como São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Belo Horizonte, Salvador, Belém, Maceió, Vitória e Porto Alegre, entre outras. Estima-se que, contando todos municípios, cheguem a 500 mil pessoas nas ruas. Na TV, a cobertura foi intensa na Record e na Band.

A Record mostrou a movimentação em todo o país durante o “Cidade Alerta”, com links em quase todas as cidades. A transmissão da emissora foi elogiada, não só por trazer informações de todo o Brasil, mas também pelo tom de indignação que Marcelo usava. E a audiência respondeu, chegando a picos de 16 pontos no Ibope da Grande SP.

Outra cobertura elogiada foi a da Band, que cancelou o pós-jogo de Taiti x Nigéria pela Copa das Confederações e foi diretamente para o “Brasil Urgente”. Às 20h30, o canal também derrubou a exibição do “Show da Fé” e exibiu um plantão comandado pelo jornalista José Luiz Datena.

Já a Globo foi duramente criticada. A emissora não cortou a exibição de suas novelas e apenas deu boletins durante os intervalos. Mais tarde, o “Jornal Nacional” separou 16 minutos iniciais para falar dos protestos e não citou a Copa das Confederações.

Porém, a emissora mais criticada nas redes sociais foi o SBT. O canal não cortou a exibição das séries “As Visões da Raven” e “Eu, a Patroa e as Crianças” e colocou apenas um pequeno plantão às 19h02.

No “SBT Brasil”, o jornal deu amplo destaque para os protestos, porém, nos últimos 10 minutos, a apresentadora infantil Maísa Silva entrou no na bancada para divulgar a próxima novela da rede, o remake de “Chiquititas”. Trata-se de uma ação publicitária já programada.

#TodosUnidosPorUmBrasilMelhor: Globo é xingada e impedida de gravar em protesto contra aumento das passagens

protesto sao paulo Globo é xingada e impedida de gravar em protesto contra aumento das passagens

Manifestantes protestam contra aumento de passagens (Foto: Eduardo Enomoto/R7)

Uma equipe da Globo acaba de ser humilhada em público, na noite desta segunda (17), durante o quinto protesto contra aumento das passagens de ônibus no largo da Batata, em São Paulo.

Caco Barcellos não conseguiu gravar, pois ao fundo havia gritos de “Fora Rede Globo”, “Abaixo Rede Globo, o Povo Não É Bobo”.

A emissora é acusada pelos manifestantes de manipular as informações dando a eles uma imagem de vândalos. Sem falar que fica defendendo a polícia.

SBT assume vice-liderança em Brasília e comemora audiência

http://natelinha.ne10.uol.com.br/imagem/noticia/f740df27f71bb5ece029e5472240a648.jpg

O SBT está comemorando os índices de sua programação em Brasília durante o último mês de maio, principalmente do seu jornal local da hora do almoço, o “SBT Brasília”.

Na faixa da manhã, a emissora cresceu 4% em relação a 2012 e ficou com 4 pontos de média contra 3,9 da Record. Já durante a tarde, entre 12h e 18h, o SBT atingiu com 8 pontos de média contra 6 de sua principal concorrente, apresentando um crescimento de 15% em relação ao ano passado.

No horário nobre, a emissora também manteve a vice, com 8 pontos de média contra 7,6 da Record.

E o jornal “SBT Brasília”, apresentado por Neila Medeiros, marcou 7 pontos de média em maio e garantiu o segundo lugar absoluto no horário em que é exibido, registrando um crescimento de 26% na participação.

Estes índices são consolidados e refletem a preferência de um grupo de telespectadores em Brasília e seu entorno.